DOIS CASOS

 

 

 

Tenho dois casos, não tão extensos como o de vocês, mas também interessantes.

Meu nome é Cleber, tenho 22 anos e moro em São Paulo. Um caso interessante que aconteceu comigo, na verdade o primeiro deles, foi quando eu tinha 7 anos. Logicamente todos diziam na época que tudo fazia parte da minha imaginação, mas posteriormente percebi que não.

Certa ocasião enquanto tentava dormir no mesmo quarto de meus pais, notei um movimento em frente a porta (que estava aberta). Ao direcionar a minha atenção a ela, percebi que havia um homem passando por ela. Lembro como se fosse hoje, usava calça jeans, camisa social branca. O homem era branco com estatura mediana e cabelo preto. Nesse momento não obtive nenhum contato com ele, apenas tremia de medo e resolvi forçosamente dormi.

Um outro caso que me aconteceu, não foi enxergando o dito fantasma, ou seja lá o que for que nos aparece, e sim ouvindo. Estava no meu quarto, nesse caso já tinha meus 13 anos, e senti a sensação que creio que todos vocês já sabem qual é, aquela sensação de que alguém está para aparecer; e no mesmo instante ouvi a porta da frente de casa se abrindo e se fechando com muita força, chegando até a estrondar a casa, e uma voz masculina gritando bem alto: "Bando de filhos da p..., porque fizeram isso comigo". É importante notar que nesse momento, toda minha família estava dormindo. Sei disso porque para passar até a porta de saída de casa, teriam de passar pelo meu quarto, e isso não aconteceu.

 

Cleber - São Paulo - S.P.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1